Física
brendapenna
7

Um pneu de automóvel contém ar sob pressão de 3,0 atm á temperatura de 7,0°C. Após viagem de 72km verifica-se que a temperatura do pneu atinge 47°C. Considerando o ar um gás ideal e desprezado a variação de volume do pneu, a pressão do ar nessa nova condição vale, em atmosferas.

+0
(1) Respostas
emillebatista

Só usar a lei geral dos gases perfeitos: (PoVo)/To = (PV)/T Po= pressão inicial Vo=volume inicial To=temp.inicial P=press. final V=volume final T=temp.final Antes de jogar na fórmula, vale ressaltar q para usá-la, deve-se utilizar uma escala termométrica absoluta(Kelvin). Passando To e T para Kelvin: Tc/5=(Tk-273)/5 Tc=temp. em Celsius Tk=temp. em Kelvin 7/5=(Tk-273)/5 Tk-273=7 Tk=280K(To) 47/5=(Tk-273)/5 Tk-273=47 Tk=320K(T) Agora só colocar na fórmula: (3.Vo)/280=(x.V)/320 Como o enunciado diz para desprezar a variação de volume, Vo=V: (3.Vo)/280=(x.Vo)/320 (3.320)/280=x x=960/280=3,43atm(aproximadamente)

Adicionar resposta