Sociologia
hellenpipoli
6

por que as visões dos intelectuais do final do século XIX sobre o Brasil eram pessimistas

+0
(1) Respostas
dennistoledo

Podemos compreender que as analises realizadas pelo intelectuais brasileiros do século XIX tinham um sentido político. Com intuito de posicionar o Brasil em relação ao restante do mundo os autores brasileiros como Gilberto Freyre e Sergio Buarque de Holanda "vendem" uma imagem de inferioridade, principalmente em relação aos E.U.A e um mito que não revela a verdadeira identidade do que é o Brasil. Esses autores nessa tentativa de posicionar o Brasil nos ligava ao homem sentimental, cordial e que voltado para as habilidades corporais enquanto enquadravam em suas obras o E.U.A e a Europa como o povo evoluído que tem suas ações ligadas a razão.  O grande caso, é que não foram revelado em suas obras sobre quais são nossas peculiaridades, mas que pelo sentido político, esses autores não levam em consideração os frutos de uma sociedade escravocrata. Por exemplo, Freyre quando escreve Casa Grande & Senzala, ao colocar esse & trata a senzala como uma extensão da casa grande como se não houvessem diferenças em todos âmbitos entre essas duas instituições, e assim deixa de demonstrar realmente as raízes e consequências de um Brasil atrasado por suas raízes coloniais e escravocratas, e assimila nosso atraso a colonização ibérica e não ao longo período desigual que se arrasta até os dias de hoje. 

Adicionar resposta